TECNOLOGIA

Ex-Apple conta por que 1º iPhone não tinha recurso de copiar e colar

Published

on

source
Primeiro iPhone não tinha recurso importante
Tecnoblog

Primeiro iPhone não tinha recurso importante

O primeiro iPhone trouxe diversas novidades interessantes, como tela multitoque de 3,5 polegadas (considerada enorme para a época), integração com o iTunes e lojas de aplicativos. No entanto, esse modelo deixou de lado uma função importante: a de copiar e colar. Agora, 15 anos após o lançamento, um ex-engenheiro e designer de software da Apple explicou o motivo: não havia tempo para desenvolvimento.

A declaração foi dada por Ken Kocienda, um dos principais engenheiros por trás da criação do iPhone. Na verdade, antes mesmo do projeto ser iniciado, ele já tinha trabalhado na equipe do navegador Safari. Isso o tornou uma parte essencial no desenvolvimento da primeira geração do smartphone da maçã.

Segundo Kocienda, a Apple não implementou a função de copiar e colar por falta de tempo. O ex-funcionário da empresa revelou que a equipe estava focada na criação do teclado virtual e seu sistema de autocorreção, algo que consumiu muitas horas de trabalho.

Problemas impediram a implementação

Kocienda comenta que a função chegou a ser testada mas, devido a problemas de confiabilidade, foi deixada de lado. O engenheiro revelou que o cursor se movia entre os caracteres sempre que o usuário tirava o dedo da tela, um erro que atrapalharia a usabilidade do recurso.

Para resolver a situação, a equipe desenvolveu uma espécie de “histórico de toque” na área de edição de texto. Assim, quando o dedo saísse da tela, o sistema detectaria automaticamente a última posição, mantendo o cursor onde o usuário realmente queria. No entanto, essa correção não aconteceu a tempo de ser implementada no primeiro iPhone.

Atualmente, a função de copiar e colar é padrão em todos os sistemas operacionais, sejam destinados a celulares ou computadores, mas nos aparelhos da Apple ela só foi introduzida em 2009, no iPhone OS 3.0, versão instalada no iPhone 3GS. A empresa chegou a exibir um comercial na TV americana para destacar a novidade.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TECNOLOGIA

Samsung diz que dobráveis devem ser novo padrão da indústria até 2025

Published

on

Galaxy Z Fold 4 foi lançado nesta semana
Reprodução/Samsung – 10.08.2022

Galaxy Z Fold 4 foi lançado nesta semana

A Samsung está apostando muitas fichas em seus celulares dobráveis. A partir de uma afirmação de Roh Tae-moon, líder da área de dispositivos móveis da empresa, a dona de aparelhos como o Galaxy S e o aposentado Galaxy Note quer elevar as marcas Flip e Fold como padrão da indústria. Isso tudo até 2025. Com isso, essa linha superaria os smartphones premium da marca em menos de quatro anos.

Se você acompanha os chamados “k-dramas” (dramas coreanos), já notou que os personagens frequentemente trazem consigo um celular dobrável da Samsung nos episódios. No entanto, mesmo se nunca teve interesse nesse tipo de seriado, já deve ter visto um aumento desse tipo de smartphone na mídia.

É exatamente isso o que a sul-coreana quer. A companhia acredita fortemente nesse produto e no potencial de torná-lo um item padrão nas mãos e bolsos dos usuários.

Segundo o The Korea Herald, Roh Tae-moon afirmou que “até 2025, os itens dobráveis ocuparão mais de 50% do total de remessas de smartphones premium da Samsung. Os dobráveis se tornarão o novo padrão dos smartphones”.

Leia Também:  Microsoft começa a testar plano família para Xbox Game Pass

Ou seja, a famosa série Galaxy S deverá ser transformada em secundária nos próximos anos.

Os celulares podem ser chamativos, mas ainda não são unanimidade entre os entusiastas por tecnologia. Dessa forma, podemos apenas imaginar se há qualquer possibilidade de diminuição de preços do Fold e do Flip com o passar do tempo.

Samsung apresentou nova geração de dobráveis

Mesmo reinando há bastante tempo no segmento, a sul-coreana continua trazendo novidades para seus smartphones dobráveis. Sendo assim, o  Galaxy Z Fold 4 e o Galaxy Z Flip 4 foram apresentados em Nova York durante o evento Unpacked na quarta-feira (10). Oferecendo chips mais potentes e algumas melhorias, eles dão continuidade à tentativa de torná-los queridinhos dos usuários.

Tudo isso parece dar aquela renovada nos aparelhos, em especial no quesito durabilidade, algo importante em itens que são dobrados e desdobrados com tanta frequência. Além disso, o software também ficou com uma cara um pouco melhor, mais parecida com o que temos em notebooks, por exemplo.

Leia Também:  Herdeiro da Samsung recebe perdão e vai voltar a comandar a empresa

Fonte: IG TECNOLOGIA

Continue Reading

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA