Carros e Motos

Saiba tudo sobre o carro elétrico que Gil do Vigor deu para sua irmã

Published

on

source


Caoa Chery iCar tem autonomia estimada em 282 km. de acordo com dados da marca chinesa
Divulgação

Caoa Chery iCar tem autonomia estimada em 282 km. de acordo com dados da marca chinesa

A Caoa Chery  lança seu primeiro subcompacto elétrico no Brasil, o iCar com motorização 100% elétrica da marca. Importado da China, onde é vendido há cinco anos, está em sua quarta geração, já teve mais de 200 mil unidades vendidas. Logo que o carro chegou ao Brasil, o ex-BBB Gil do Vigor resolveu presentear a irmã com o modelo .

Gil do Vigor resolveu caprichar no presente para sua irmã. Nesta sexta-feira (24), Juliana ganhou um carro elétrico branco
Reprodução

Gil do Vigor resolveu caprichar no presente para sua irmã. Nesta sexta-feira (24), Juliana ganhou um carro elétrico branco


Para garantir leveza, a Caoa incorporou ao hatch elétrico alguns compoentes de alumínio de aviação com polímeros de alta resistência. A empresa explica que isso garante economia na produção, resistência às diversas condições climáticas e 20% a 30% mais leve em relação às carrocerias em aço.

Leia Também:  Fiat Cronos 2023 chega às lojas, com destaque para o novo câmbio CVT

Antes de chegar, o iCar teve a suspensão reforçada, além de adaptações no motor. Sua bateria tem com capacidade total de 30,8 kWh, com sete estágios de regeneração de energia, e o motor com potência de 45 kW (61 cv) e torque de 15,3 kgfm . A autonomia é de 282 km.

Segundo a fabricante chinesa , a bateria pode ser carregada em apenas 36 minutos em estações de carga rápida (eletropostos), em pelo menos cinco horas em sistema de carregamento portátil e em onze horas com cabo emergencial em tomada de três pinos.

Equipado com kit de reparo de pneus, o Caoa Chery iCar traz ainda cabo portátil de carregamento de emergência – 220V / 20ª , além de monitor de pressão e temperatura dos pneus, câmera traseira e sensor de estacionamento, controle de estabilidade e freio eletrônico AutoHold, entre outros itens.

Na parte interna, o iCar traz painel de Instrumentos é em LCD, digital e colorido e a multimídia de 10,25” e tela colorida sensível ao toque. Os bancos dianteiros possuem regulagem elétrica, volante multifuncional, além de duas entradas USB e carregamento de celular wireless.

De acordo com a Caoa Chery , o iCar será comercializado no mercado brasileiro em versão única por R$139.990 . Trata-se do modelo elétrico mais em conta disponível no Brasil hoje em dia. Custa menos que o Renault Kwid e-Tech (R$ 142.990).

O Caoa Chery iCar é menor que um  Fiat Mobi  ou  Renault Kwid  (3,68 m ante 3,20 m do Caoa Chery). Apesar de pequeno, o modelo traz o visual do eQ1 chinês, mas com algumas diferenças, como as luzes de neblina em formato redondo, ao invés do vertical do modelo chinês.

O elétrico da Caoa Chery também traz a configuração 2+2, com os assentos traseiros sendo bem pequenos, mas conta com teto panorâmico, assistente de partida em rampa e de descida.

Além disso, o  iCar  ainda traz controle de ar-condicionado no volante, 7 configurações de regeneração de baterias, suspensão independente, freios a disco nas quatro rodas. O porta-malas é de apenas 100 litros, mas pode ser expandido para 380, caso os bancos traseiros sejam rebatidos, entre outros itens.

Fonte: IG CARROS

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Xiaomi testa veículos autônomos e deve ter lançamento depois de 2024

Published

on

CEO da Xiaomi, Lei Jun, fala sobre veículos autônomos em apresentação da fabricante na China
Divulgação

CEO da Xiaomi, Lei Jun, fala sobre veículos autônomos em apresentação da fabricante na China

A gigante da tecnologia Xiaomi afirma que está conduzindo testes com 140 veículos na China equipados com sua tecnologia de direção autônoma.

A Xiaomi havia anunciado seus planos de entrar no mercado de veículos no ano passado. Segundo Lei Jun, CEO da marca, há cerca de 500 funcionários trabalhando apenas para o desenvolvimento de tecnologias autônomas .

Além disso, em entrevista à Reuters, o executivo afirmou que foi realizado um investimento de US$ 490 milhões somente em seu projeto de direção autônoma e tem US$ 10 bilhões alocados para sua divisão automotiva .

Apesar do alto aporte financeiro, notícias vindas da China nas últimas semanas afirmam que a Xiaomi está passando por dificuldades para que seu modelo seja aprovado pelas autoridades chinesas.

Leia Também:  Conhecemos o Ford Mustang Mach-E e andamos em um Bronco 100% autônomo

Novas companhias que desejam entrar no mercado automotivo chinês precisam enviar documentos para as autoridades e provar suas capacidades financeiras e tecnológicas.

O processo de aprovação pode levar diversos meses, e em alguns casos o governo rejeita as aplicações, apesar da falta de resposta das autoridades, a Xiaomi não pretende desacelerar sua operação automotiva.

Xiaomi tem enfrentado dificuldades para pode lançar seu carro autônomo até 2024
Divulgação

Xiaomi tem enfrentado dificuldades para pode lançar seu carro autônomo até 2024

“A dificuldade em garantir a licença para fabricar carros na China pode atrasar o desenvolvimento e atrasar a estréia do carro elétrico da Xiaomi para após 2024, e a fabricante pode perder espaço no mercado chinês, onde as rivais crescem rapidamente” Afirmaram os analistas Steven Tseng e Sean Chen, da Bloomberg.

A empresa de tecnologia já iniciou a construção sua primeira fábrica para automóveis, localizada em Pequim, que terá capacidade para produzir 300 mil veículos por ano.

Apesar dos atrasos para aprovação do negócio, a Xiaomi havia programado para este mês de agosto, mas até o momento não há notícias ou imagens vazadas.

Leia Também:  Testamos a gama de eletrificados da Toyota. E até carro a hidrogênio

Fonte: IG CARROS

Continue Reading

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA